Menina de apenas 13 anos precisa de cirurgia urgente na coluna.

postado em: Notícias | 0

Numa radiografia, a coluna de uma pessoa com escoliose mais se parece com um ‘S’ ou um ‘C’ do que com uma linha reta.

 

O drama da família da jovem surfista de Itapema Giovanna Janke começou em março deste ano, quando ela foi diagnosticada com Escoliose Dextro Convexa. O nome é difícil, e a doença mais ainda. Numa radiografia, a coluna de uma pessoa com escoliose mais se parece com um “S” ou um “C” do que com uma linha reta.

“Quem não puder ajudar, ao menos compartilhe o caso, para que outros se sensibilizem e colaborem. Deus sabe de todas as coisas e está no comando de tudo”, agradece a mãe.

“Percebemos num passeio de bicicleta. Parecia que a Gih estava torta, no primeiro momento vem na cabeça que é de propósito, que é a postura errada”, relata a sua mãe, Alice Janke. Porém a família percebeu que o problema não era a postura. Um exame de raio-x mostrou que ela realmente estava “torta”. 

Durante um primeiro contato com equipes médicas, o ortopedista sequer prestou atenção ao raio-x, se limitando a dizer que dez sessões de fisioterapia resolveriam o problema. Revoltada, porém ainda mais preocupada, Alice resolveu consultar com outro profissional.

Desta vez, após diversos testes e com um médico muito mais atencioso, foi medido a curvatura da coluna de Gih, que já estava muito elevada, passando os 73° graus. Diagnosticou-se Escoliose Idiopática da Adolescência, e Gih foi encaminhada a um especialista em coluna.

No Hospital Infantil de Joinvile, a família confirmou o que já temia: a necessidade de uma cirurgia de urgência. Com o aumento da curvatura, agora já em 78° graus, o tórax de Gih está comprimindo o pulmão esquerdo.

Não podendo se dar ao luxo de esperar a longa fila de espera do SUS, que fornece a cirurgia gratuitamente, familiares e amigos de Gih, principalmente aqueles que praticam Surf com ela, montaram uma campanha de arrecadação para custear a cirurgia, avaliada em cerca de R$ 100 mil.

“Gih é uma menina que ama surfar, andar de bicicleta, jogar vôlei, futebol e sair com os amigos. O ideal é realizar a cirurgia na fase de crescimento, e a fila do SUS é muito grande”, desabafa a mãe.

Doações podem ser feitas através da Caixa Econômica Federal, pela Agência 3298, Conta Poupança 30.790-6, Operação 013. O CPF da mãe Alice Janke é 004.761.149-93

http://www.jornalrazao.com/not%C3%ADcias/especiais/menina-de-apenas-13-anos-precisa-de-cirurgia-urgente-na-coluna-1.2065983

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + um =